o depois sim.

E depois ficar a falar e a rir dos sons que fazemos, naquela felicidade que não deve ser explicada. Medir os pulsos, andar com os dedos pelos braços, pelas costas, omoplatas, ombros, pela linha da cintura, fazer círculos nos joelhos, adorar joelhos, não é beatífico adorar joelhos? E pedir ao nosso amor que nos deixe descansar um bocadinho até a vontade voltar num detalhe que achámos maravilhoso a meio da história que nos estão a contar.

mónica marques

comentários aos molhos

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s