a sério que não és mesmo tu

quem é que nunca usou esta frase ou mesmo teve que a ouvir? se estamos do lado de quem a diz a verdade que baila por debaixo da língua é sempre que a culpa é do outro. porque nós somos os mesmos, nunca por um instante deixámos de ser a mesma pessoa pelo quem o outro se apaixonou perdidamente. não. continua tudo igual excepto a outra metade da equação. essa é que se revela e dá demasiado que não queremos ter que conhecer. até ao ponto que não conseguimos lidar mais com isso e vamos pelo caminho mais simples.

sou eu. eu é que não consigo mais aguentar-te.

comentários aos molhos

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s