o vazio.

via garfield minus garfield

já me parece que não foi comigo. tenho sempre essa sensação quando atravesso os períodos depressivos. que aquilo não sou eu. que não é bem a minha pele que se passeia pelos dias e que estive em pausa até acordar. descrevem-se muito bem como a literatura da especialidade encerra. e descrevem-se também em ciclos. ando às voltinhas porque os factores que me levam lá ainda não foram dar uma volta grande. desta vez juntei mais uma razão. já alguma vez disse que gosto de coleccionar coisas? esta velocidade cruzeiro em que ando diz-me que calhando o que eu gosto mesmo de coleccionar são problemas, dores de cabeça.

diz-se ao problema, lavada em lágrimas, porque me apercebo que estou alegremente a caminhar para mais um episódio e isso só dá cabo de mim, olha, desculpa lá qualquer coisinha mas de facto estou doente e era bom que me ajudasses. era excelente. vá, se conseguisses não piorar as coisas já era espectacular.

podemos sempre contar com os nossos problemas para ficarem maiores. e mais parvos. pois que ficou. e o meu olhar repete-se em terror como o do jon porque me apercebo que em vez de  um garfield bonacheirão tenho um alarve, preocupado apenas com o seu umbigo. teria sido francamente melhor que fosse invisível mesmo. pelo menos não fazia estragos.

2 thoughts on “o vazio.

    • sophia says:

      se assim é só posso dizer: faz o mesmo que eu. sofre, sofre em bem, sofre tudo. 24 horas. depois vai à tua vida.

      faz um bem imenso à pele.

comentários aos molhos

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s