das mudanças.

com os anos que se acumulam chegam as mudanças. em quem está à volta. os sobrinhos apareceram. a prima a quem ajudei a namorar às escondidas casada e com uma tiz fofa fofa. as colegas de curso que se juntam. compram casa. casam. um manuel. agora uma amiga daquelas que se junta ao clube. vou ser tia outra vez.

e como é que se fica no meio disto tudo?

com cara de pesacada. claro! em que raio mudou a minha vida? nada. tudo igual. pior até. sem dúvida que pior. os dias arrastam-se e nada que se pareça com uma saída se vislumbra.

dia não? ohhh que ideia. dia ‘merda de vida. vão-se todos foder’. estou chateada? estou. muito. todos os dias. merdinha para isto. também não custava nada ter um bocadinho de sorte.

8 thoughts on “das mudanças.

  1. Anonymous says:

    eu acho q n escrever isto não te serve de nada, nadinha mesmo… mas o que escreveste é a minha vida, todinha, ponto por ponto, vírgula por vírgula…

  2. Margarida says:

    Um beijinho então para a Sophia, possuidora de uma merda de vida e que, mesmo assim, me fez sorrir com o texto. Somos todos assim, querida, e mesmo com manueis, coisas fofas fofas fofas, a vida costuma parar de vez em quando. Depois mexe.

    (a sério)

    • sophia says:

      pois somos. e quando passamos à fase melhor olhamos para estas coisas escritas e pensamos ‘credo! que angústia adolescente. só falta a roupa preta e o ar emo’.

      e estou para aqui à espera que a minha vida mexa. de vez. para a frente. porque ando aos solavancos para lado nenhum.

      suspiro

comentários aos molhos

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s