trabalhos forçados

trabalhar é sempre um território vasto. demasiadas vezes um campo minado. há bons, maus, assim assim colegas. há sítios porreiros para trabalhar. outros que nem os demónios do inferno recomendavam. depois há aqueles que depende dos dias. ou te podes divertir desalmadamente ou podes andar com umas trombas até ao chão. ou então como eu, que vivo no meio de um pequeno conluio contra um ser acometido pela estupidez mais dolorosa que conheço. sim, por vezes temos mesmo que pedir para diminuir. é que há dias em que aleija.

comentários aos molhos

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s