ler-me nos outros

Qualquer dia, o bicho farta-se de ser bicho, faz as malas e parte mundo fora, em busca do paraíso distante. O dia-a-dia nesta terra é cruel, miserável. Nunca acontece nada, sabe tudo a pouco. Nem a subsistência está garantida. Nem um pãozinho seco. O bicho pensa muitas vezes em fugir. Qualquer dia, ganha coragem.

paulo rodrigues ferreira

comentários aos molhos

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s